A cultura inglesa e os jovens

Querendo o não no mundo atual, muitos mitos culturais ainda existem! O que realmente alguns deles não passam de lendas urbanas. Um desses mitos é o de que a cultura inglesa é chata e feita de velharias e um sotaque um tanto lento e meloso demais para o mundo globalizado, feroz e yankee.

Quando se fala de estilo e música inglesa, logo se remete a imagem de Beatles ou até mesmo do novo-velho Indie como strokes, The kooks e etc.

Só que a musicalidade inglesa gira em torno de muito mais que isso, nos “guettos” ingleses o hip hop tem tomado uma força muito grande, além dos ritmos eletrônicos como por exemplo o drum n bass.

Tratando-se de undergound o indie nem é mais considerado parte desse termo, o que fez com que ritmos mais comuns em nosso pais como a música eletrônica e o hip hop alcançassem essa camada mais introspectiva dos amantes da música.

E querendo ou não a gente realmente sabe que o undergound é feito de pessoas interessadas por novidades, inovações e cansadas dos velhos padrões musicais instituidos pela mídia.

Mais voltando pro Drum n Bass, a origem dele tem mil e uma caras, a mais conhecida é que ele veio do jungle, tem batidas rápidas com mais ou menos 170 BPM .

O DnB intimimamente falando, remete muito aos anos 80, falando mais do seu final por trazer influências de muitos estilos musicas diferentes como o ragga, o dancehall por exemplo.

Alguns artistas bons da cena podem ser citados como o Inglês do Reino Unido,Spor. Spor começou a tocar depois de ser apresentado ao mundo do Drum n Bass por um colega de escola,e começou a editar seus sons em um misero programa de ediçao em seu pc.

Quem também se destaca na cena eletrônica londrina é o galês High Constrast. Como podemos ver nesse vídeo onde a música de Kanye West foi alterada pelas batidas do liquido drum n bass de High.

Na maioria das festas dos guetos londrinos a presença do Drum n Bass como já foi retratado em séries como skins.

O drum n bass se relaciona com a moda através do uso de muitas sportwears, a mais nova brand da adidas, a adidas Originals é um bom exemplo disso. No Brasil o Drum n Bass se reduz realmente a cultura underground,sendo pouca a presença na mídia,um dos sites a se destacar é o tranquera.org,que trás o mundo dos bass e toda a sua cultura a tona.

Como conhecer melhor o Drum?

Só ouvindo!

Camila D' Amenti conta um pouco mais para nós: "Eu particularmente comecei a gostar por influência de alguns amigos que ouviam e a curiosidade começou, fui atrás e acabei curtindo, até ando esperando uns vinis de um amigo como promessa, mais ele não parece se lembrar. Realmente quando se aprende sobre Bass culture, a música em si, as batidas e o dark drum que particularmente falando é minha vertente preferida, a gente fala do real sentimento de ainda sustentar as vitrolas como asas, por assim dizer. Aquele velho sentimento de pegar um vinil, botar na agulha, virar, ouvir o lado B e toda a história que ele acompanha, o drum pra mim é isso, uma batida que remete ao passo e ao futuro, sempre nos momentos mais certos".

E ainda dá para acompanhar no Brasil: Festa do Tranquera

A festa do tranquera.org é mensal, no Vegas Club,em SP.

O Dj residente é o mestre da Bass culture e music Bruno Belluomini, que é referencia no assunto na America do Sul. Não achamos data marcada, mas para saber quando é a próxima festa mais informações no site

Rap tomando conta e espaço

Na premiação do canal MTV o VMB "Video Music Awards" que ocorreu no dia 20 de Outubro em uma quinta-feira foi repleta de grandes novidades. O Rap nacional em uma das primeiras vezes foi apreciado, além dos júris da premiação como também pelos convidados do evento. Foi uma grande procura pelos artistas, não só na premiação como também na festa pós o evento. Além do cantor Criolo que faturou três dos 11 prêmios: o de Melhor Disco, pelo álbum "Nó Na Orelha"; Melhor Música, por "Não Existe Amor em SP"; e o prêmio de Revelação do Ano. O rapper e VJ da MTV, Emicida, ganhou dois prêmios: o de Artista do Ano e Clipe do Ano, pelo vídeo "Então Toma".

É nitidamente avaliado que o rap ganhou muito mais espaço no ramo musical brasileiro. Será que realmente será glorificado este estilo que vem sofrendo tanto preconceito no decorrer dos anos?

Site de compras coletivas 'vende' mendigos

Unindo bom humor e solidariedade, dois universitários do Rio Grande do Sul criaram o Mendigo Urbano, site que pretende ajudar moradores de rua a partir da web.

“Mendigo Urbano é uma iniciativa social criada para ajudar e dar oportunidades a moradores de rua. Idealizada a partir do conceito de compras coletivas, o site deseja unir as pessoas por uma causa muito nobre: ajudar o próximo”, diz o texto de apresentação do site.

Inspirado no site de compras coletivas Peixe Urbano, o serviço vende o passe do mendigo para o usuário pelo valor de R$ 250. O comprador pode escolher entre arrematar a oferta toda ou parte dela. O pagamento é feito via PayPal.

Quando a venda é concluída, o sem teto recebe o seu kit mendigo, que inclui uma cesta básica, roupas e um corte de cabelo.

Caso queira, o usuário pode cadastrar novas pessoas por meio de um formulário. Por enquanto, quatro homens estão “à venda” no site.

Um questionário valendo o ouro!

Na The Listening Agency sempre estamos interessados pela relação das pessoas com os esportes. Como sabemos que este é um tema de muito interesse para os brasileiros decidimos realizar um breve questionário para ver como cada um de vocês esta curtindo (ou não) os Jogos Panamericanos de Guadalajara. Esperamos que se divirtam respondendo!

Portal dedicado a doentes crônicos

O Wellaho é um portal dedicado para doentes crônicos que buscam economizar tempo e evitar ter de se locomover para ir até o médico, ajudando-os a ampliar seu atendimento de forma controlada. Uma idéia de experimentar para aliviar a carga em ambos os médicos e pacientes. Através do portal, os pacientes também podem receber os seus resultados de testes médicos on-line diretamente de laboratórios de hospital, dando-lhes a opção de acessar esses resultados em privacidade e interpretá-los usando as ferramentas online. Além disso, recursos on-line que contém as últimas notícias e informações sobre ensaios clínicos, pesquisas e tratamentos específicos para a condição do paciente estão disponíveis através do serviço. Atualmente, Wellaho - que promete manter-se livre de mensagens de marketing - é experimentação do serviço para pacientes com Insuficiência Cardíaca Congestiva, com um roll out previsto para 2012.

O recurso mais próximo que os brasileiros podem utilizar é obter os resultados dos exames pela internet e alguns convênios médicos disponibilizam o agendamento de consultas. Será que essa nova forma de relação com o paciente funcionaria aqui no Brasil?

London Listening 7

Welcome to the latest edition of ‘London Listening’, The Listening Agency’s analysis of the Olympic chat in social media from the UK and Brazil from the  past two weeks. We are writing this latest edition on the eve of the opening ceremony of the The Jogos Pan-Americanos which begin in Guadalajara in Mexico this weekend. The games have  served to focus Brazilians attention on the Olympics next year. Temos versões em Portuges e Inglês para baixar.

London Listening: English

 

London Listening Portugues

RED BULL STREET ART VIEW

O Google, através do Street View, trouxe as ruas para a internet. Agora, chegou a hora da arte de rua ser vista através da ferramenta Red Bull Street Art View, desenvolvida em parceira pela Red Bull Brasil e sua agência local, Loducca. O site é uma coleção colaborativa de locais do Google Street View onde a arte de rua está presente.

A navegação e a interface permitem que os visitantes tenham conhecimento do contexto onde a arte está inserida e como ela interage com a paisagem urbana.

Clicando em um trabalho, as fotos do Flickr são automaticamente integradas ao site e sobrepostas na perspectiva correta, dando assim uma série de alternativas para a visita panorâmica da rua.

Os internautas também podem colaborar, compartilhando seus achados da rua no www.streetartview.com, ajudando assim a criar a maior coleção de arte do mundo. Confira!

Respostas na palma da mão

O acesso à internet nos smartphones transformou o aparelho celular em um objeto de uso intransferível hoje em dia. E graças aos novos mecanismos de pesquisa, nem é preciso digitar nada.

VOZ: o aplicativo do Google para celulares - Iphone e smartphones com sistema operacional Android - permite buscas por comando de voz. Basta clicar no microfone ao lado da caixa de pesquisa e enunciar o que deseja encontrar. O site pode ainda valer-se do GPS do aparelho para realizar buscas associadas à localização do usuário.

FOTOGRAFIA: para obter informações sobre um ponto turístico ou uma placa escrita em idioma desconhecido, o usuário tira uma foto do objeto de interesse com o próprio celular e faz pesquisa por imagem. Na primeira situação, o site pode listar links com conteúdo sobre o local e, na segunda, traduzir o texto.

Agora não se tem mais desculpas para estar perdido. Essa tecnologia não torna tudo mais fácil? Você utilizaria estes recursos?

Plataforma do videogame Nintendo Wii poderia ajudar vítimas de derrame

O que antes era motivo de preocupação em como se cuidar mediante uma doença, hoje se tornou muito mais fácil. WEHAB é uma nova plataforma da Universidade de Notre Dame, que promete transformar Nintendo tecnologia de jogos em uma ferramenta de recuperação personalizáveis em casa. Em última análise, a Notre Dame equipe espera adaptar o sistema para uso independente em casa também. Nesse cenário, o WEHAB fica conectado a TV do paciente, onde ele também se conecta à internet. Então, o paciente pode realizar a terapia equilíbrio como o terapeuta observa virtualmente e oferece feedback via vídeo chat. Ambos os pacientes e terapeutas podem ver os dados, resultando em tempo real, e "terapia dever de casa" pode ser atribuído, com resultados compartilhados automaticamente a cada dia. Um trabalho acadêmico no site de Notre Dame, explica a premissa em mais detalhe, Veja o video clicando aqui.

Você utilizaria de uma tecnologia desta para ajudar na recuperação de alguma doença? Será que é realmente possível?

Cresce o número de mulheres que jogam pelo celular

Segundo a reportagem da pesquisadora Sophia Mind mostra que houve um aumento de 15% das mulheres que jogam pelo celular.Em geral os jogos são uma forma de passatempo para as mulheres que aguardam algum tipo de atendimento. Na pesquisa pode-se observar como houve um aumento desde 2009. Onde as mulheres raramente utilizavam os jogos de celular. Outros tipos de jogos que não ficam atrás são os pela internet. Quem diria que as mulheres passariam tanto tempo jogando em frente ao computador adquirindo cada vez mais a tecnologia. Os percentuais ficaram de (69%) das que jogam pela internet. Sendo eles a maioria em redes sociais, com: (17%) Mini Fazenda; (16%) City Ville e (8%) Farm Ville . Excluindo as redes sociais, 47% responderam que utilizam games online como Buraco, Mario, Majong e Booble Shute. A quantidade de mulheres que jogam pela internet aumentou em 13% nos últimos dois anos. Entrevistei duas mulheres para saber como elas lidam também sobre isso. Fabiana Davino, 18 anos disse: "Eu costumo jogar pelo celular quase sempre, na maioria das vezes quando eu não tenho algo para fazer. Gosto de jogar Sudoku e outro de Labirinto que já vieram no meu celular. Quando vou baixar algum jogo, tem um site próprio da marca do meu celular que tem milhares de jogos para baixar. E no Baixaki também tem várias opções. Eu sempre joguei muito pelo celular, mas hoje em dia com mais obrigações não sobra tanto tempo para jogar"

Já a Marina Ferreira, 26 anos disse: "Nunca gostei muito de jogos pelo celular - na verdade nem pela internet fui muito fã - Mas depois que comecei a jogar os do facebook confesso que fiquei um pouco viciada. Eu não tinha muita paciência para ficar jogando, mas o legal do facebook é que você pode interagir com os outros usuários que também são seus amigos. É difícil as vezes deixar o trabalho de lado para sair do The Sims ou do Farm Ville. Porém esses são os únicos que jogo. Se fosse para baixar ou comprar, creio que nem me interessaria" Quando li sobre esta pesquisa, percebi o quanto os jogos estão inseridos no nosso cotidiano e vi que baixei mais de 5 jogos no meu celular (pelo BlackBerry app) só nesta semana. Entre eles estão: The Sims 3, Bubble Barker, Magic Sushi e o famoso Snake que é o jogo da cobrinha. Eu não jogo com muita frequência, mas quando vejo que aquela fila do médico, do banco, do mercado vai demorar é hora de pegar o celular na mão.

Na sua opinião como mulher ou homem, acha que as mulheres estão roubando mais a cena dos homens em questão dos jogos? Será que realmente as mulheres estão ficando viciadas em jogar?

zona de silencio

É fácil relacionar as grandes cidades com grandes quantidades de barulho. Recentemente publicamos uma nota comentando as implicaçoes do barulho na cidade de São Paulo. Ficamos surpresos esta semana com uma nota de Keith Wallace para o programa Fast Track da BBC de Londres comentando uma nova politica implantada pelo departamento de cuidados de parques e recreação em Nova York que visa, principalmente, criar um ambiente silencioso em alguns locais turisticos dentro do central park. A ideia de criar um espaço de silencio surgiu da reclamação de alguns vizinhos de que, sendo Nova York muito barulhenta, deveria existir algum espaço onde se refugiar do barulho. Esta ideia incomodou aos artistas de rua que atuam no Central Park, muitos dos musicos foram intimados a deixarem de tocar visando cumprir com a nova politica instituida.

Atualmente o debate continua e gostariamos de saber se vocês nas suas cidades desejariam que exista uma zona de silencio. E, caso você more em São Paulo, onde você gostaria que esta zona seja instituida?

Fonte: New York's Central Park 'quiet zones' anger buskers

http://news.bbc.co.uk/2/hi/programmes/fast_track/9582447.stm

Manifesto olhe os muros

"Mantenha os olhos atentos e a cabeça erguida. A cidade quer se comunicar e tem algo a lhe dizer. Repare nos muros. Frases. Imagens. Intervenção. Inspiração. Reflexão. Arte. Pare. Pense. O olheosmuros é um coletivo que começou no twitter de modo colaborativo e do qual todos podem fazer parte para lutar por algo que é direito nosso. Não importa qual seja a reclamação, o importante é sempre o modo de expressão" Este é o fundamento principal do manifesto olheosmuros. Que tem por base alertar a todos do meio que vivemos. Às vezes passamos despercebidos por alguns lugares e não vemos que eles podem ter muito a dizer. Depois de ver este manifesto, tenho certeza que você irá perceber um pouco mais os lugares por qual você passa. No site (http://olheosmuros.tumblr.com/) é possível ver imagens de muros de vários lugares, não só no Brasil como no mundo. Se quiser participar pode contribuir ao manifesto por e-mail enviando a sua foto para (olheosmuros@gmail.com) ou tweet para @olheosmuros. Ou até mesmo enviar diretamente para o site.

E você, já reparou em algum tipo de protesto exposto por aí?

Site de relacionamento para solteiros que não podem ter relações sexuais

Para alguns, doenças, deficiências ou até mesmo tratamentos médicos pode tornar o sexo uma impossibilidade. É aí que vem em 2date4love, com um serviço de encontros voltados para a sobreviventes de câncer e outras pessoas que estão procurando o amor sem relações sexuais. "Encontrar o amor duradouro que todos desejam e merecem", nas palavras do próprio site. Utilizadores de 2date4love pode desfrutar de um julgamento de um mês grátis do serviço. Depois disso, o preço irá variar de USD supostamente 28,95 para US $ 49,95 por mês, dependendo do nível de serviço e duração necessárias.

Como sabemos o Brasil é um dos países que possuem maior índice de utilizadores em sites de relacionamento. Será que funcionaria um site como o 2date4love por aqui?

Para saber mais: Website: www.2date4love.com Contato: info@2date4love.com